domingo

Sede

sacudidas no frio das sombras, mortas
as vozes ainda húmidas
no eco das árvores ardiam absortas.
tranquilamente receptíveis à exaltação dos campos
remexiam os astros
com gritos de vento e mar.

1 comentário:

scorpius disse...

A poesia é triste?
Diz-me tu que és poeta.

:)