quarta-feira

ela deixou de beber café e de escrever cartas
de amor. pareciam-lhe maiores as salas de espera
dos centros de saúde e a imagem das estradas
e das aldeias revelavam também longas linhas rectas que
se poderiam prolongar até à meia noite dos dias seguintes
se não fechasse os olhos. esta ideia tornar-se-ia suficiente,
soube-o anos mais tarde, para que ela conseguisse falar
um pouco mais sobre os jornais que lera
nos primeiros meses de inverno telhas caíram
na rua da atalaia, não causando feridos
e é verdade, já me esquecia
de vos dizer, quando ela chegava ao seu quarto de 9 m2, alugado
num 1ºandar ali mesmo em santos, a primeira coisa que fazia
depois de se masturbar e de pensar vezes sem conta
na insignificância de alguns lugares e do seu acto de desamor
era acender um cigarro e reler as cartas que um dia ele lhe enviara
sem medo de lhe reconhecer uma idade diferente no rosto.

18 comentários:

raquel disse...

Bela e intensa, a tua poesia.

Voltarei e voltarei...

Beijinho

Master Of The Wind disse...

Minha querida... aplaudo-te de pé. Depois de te ler sinto-me impotente perante as minhas teclas, para escrever mais um txt no meu canto. Beijo-te

I. disse...

Interrompendo o estudo para dizer: bolas, tão bom esse jeito nas palavras.

gabriela rocha martins disse...

divina
esta tua maneira doce de brincar com as palavras-feras


.um beijo ,princesa

vi 2 rinocerontes disse...

Que espaço imenso resta, para além de 9 m2!
Eu pairo e tu, Consegues?
bj

porfirio disse...

.
.
olá aida!

|

episódios de uma carne narrativa
com grande pujança!

bjo

passa no www.januellarium.blogspot.com

menina limão disse...

(tenho gostado muito dos poemas, mas fico-me sempre por aqui, em silêncio. e em silêncio vou relendo)

*

alice disse...

e eu soube meses mais tarde reencontrar o perfil desta casa. gostei muito de voltar a ler-te. um beijo.

sophiarui disse...

"ela deixou de beber café e de escrever cartas de amor."

que encontres sítio em que reclinar a cabeça... para poderes escrever... sempre...

Susana Miguel disse...

obrigada, raquel.
volta sempre;)

um abraço.

Susana Miguel disse...

obrigada, wind, com tantos aplausos nem sei o que dizer;)

um beijinho.

Susana Miguel disse...

gostei tanto do teu comentário, i.
bolas eu (sorrisos) que fiquei sem palavrinhas;)

bons estudos e um beijinho.

Susana Miguel disse...

obrigada, princesa, pelo teu modo de me mimares aqui neste cantinho das cigarras:)

um beijinho grande.

Susana Miguel disse...

um beijinho, dois rinocerontes;)

espaço aqui é coisa que não falta (a modos de brincadeira)e no final, bem feitas as contas, conseguimos sempre, não é?

um abraço.

Susana Miguel disse...

obrigada, porfirio.
visita inesperada por aqui. gostei de te receber, certamente te irei visitar;)

um abraço.

Susana Miguel disse...

menina limão, é bom saber disso, desse teu silêncio bom.

um beijinho.

Susana Miguel disse...

obrigada, alice.
é bom aqui o reencontro:)

um beijinho e vem sempre.

Susana Miguel disse...

um beijinho, sophia.
escrever será sempre um bocadinho disso;)

abracinho.