sexta-feira

o último estrondo foi o da porta
a bater com força uma vez mais
antes de se fechar completamente. eu ouvi
e não tenho dúvidas que perguntaram as horas
às senhoras da farmácia, eram oito
e vinte e já tinham ali passado outras
pessoas que desciam dos autocarros. ela ia
carregada com os sacos, pelo menos três
e levava a mala e a maldita alça descaída
a prender-lhe o braço direito disseram
as vizinhas: que desgraça a da irene e os bombeiros
que demoraram tanto tempo a retirar o corpo
do prédio e a esfregar o sangue das escadas.

26 comentários:

sophiarui disse...

desgraça ainda maior quando ninguém vem limpar as escadas e fica o sangue assim coagulado em castanho... a parecer que nunca tinha sido daquele vermelho de pulsar...

(desculpa aida... ocupei-te aqui espaço demais mas descobri as tuas palavras cá dentro... abracinho bom)

flor-de-vento disse...

eu gosto do detalhe das alças da mala, da maldita alça descaida, que nos prende sempre ora um ora outro (a)braço...

isis imeno disse...

É macabro e atraente em uníssono. Não podemos correr à frente do tempo... já devemos saber que não...

Beijinho.

NightlyButterfly disse...

genial...

Susana Miguel disse...

o espaço aqui é todo teu, sophia.

e o abracinho é nosso.
um beijinho.

Susana Miguel disse...

ora, flor de vento, entendo o que dizes quando referes a tal alça descaída (...) mas esta alça não é nossa e o desfecho aqui é bem diferente (...)

um abracinho.

Susana Miguel disse...

isis,
a palavra macabro assusta-me um pouco, faz-me pensar em rituais e danças funebres. aqui há apenas a desgraça, a infelicidade de alguém num dia normal. mas percebo o que queres dizer (...)

beijinho.

isis imeno disse...

Exactamente o que quis dizer, sem que nisso encontres rituais e danças fúnebres - a drástica normalidade da vida. Se não fosse trágico seria cómico.

Continuemos em respostas :)

Susana Miguel disse...

então estivemos pertinho uma da outra,
nas nossas ideias;)

bruno disse...

susana, texto muito bom.
(já te disse que escreves bem pra catorze? ou mesmo quinze?)
beijinhos.

Susana Miguel disse...

pois, pois é, é verdade que já me tinhas dito (cof-cof), mas não assim dessa maneira incluindo o pra catorze e tal;) olha e também gosto do quinze, do susana, dos beijinhos e gosto mais ainda de ler-te lá no paperbackcell onde tens textos lindos que falam sobre tantas as coisas e depois ficam a fazer uma ressonância bonita cá dentro. é tudo tão do bom, o que escreves, bruno.

beijinhos.

Queen Frog disse...

e num dia assim...uma alça, uma pedra, um atropelo.
e o q fica de nós nas escadas?

beijinhos, poetisa*

isis imeno disse...

Ideias que se tocam; pontinhos que se unem... Estes são os pequenos tudos desta vida.

menina tóxica disse...

tu levas-me umas imagens, eu levo-te as palavras, pode ser? é uma troca justa? eu acho que fico a ganhar, e muito :))

bjinho tóxico*

della-porther disse...

doce lugar.


della

gabriela rocha martins disse...

só tu ,princesa ,para fazeres do preto

LUZ


.
um beijo
[dos que tu gostas..........com saudades]

Susana Miguel disse...

isis,

vamos unir os nossos pontinhos
e fazer crescer os pequenos tudos
mais um bocadinho?;)

Susana Miguel disse...

não importa quem fica a ganhar, menina tóxica;) assim como assim o bom é estarmos aqui, não é?

;)*

Susana Miguel disse...

della-porther.

tinha saudades.
abraço grande.

Susana Miguel disse...

fazer do preto luz, não é tarefa fácil, princesa. penso que não o faço e sorri a essa palavrinha luz que às vezes tanta falta me faz. o segredo é fechar os olhos e ficar assim durante algum tempo, depois sobre o escuro vão aparecendo umas manchinhas de luz e outras, e mais outras até parecer que o escuro (o tal preto que falavas) se foi embora, entendes princesa?

leva um abracinho.

isis imeno disse...

Impossível recusar, Susana Miguel; apetece levar de tudo um pouco. Por ora é o que faço - leio e releio e tudo me sabe a novo - já é hábito vir aqui. Fui conquistada :)

Toma um beijinho

Susana Miguel disse...

a vida aqui tão perto: guarda beijinho shuack-shuack.

:)*

menina limão disse...

gosto muito.

Susana Miguel disse...

abracinho, menina limão.

M. disse...

tão tão tão bom.

Susana Miguel disse...

obrigada, m.

um beijinho;)